UNESCO (2021) – 6ª Reunião dos Estados Partes da Convenção Relativa às Medidas a serem Adotadas para Proibir e Impedir a Importação, Exportação e Transferência de Propriedades Ilícitas dos Bens Culturais

Em 1970, a UNESCO adotou a Convenção Relativa às Medidas a serem Adotadas para Proibir e Impedir a Importação, Exportação e Transferência de Propriedades Ilícitas dos Bens Culturais. Mesmo após 50 anos da formulação desse acordo, o tráfico Ilícito de bens culturais continua crescendo e, atualmente, é a terceira maior atividade criminosa internacional, afetando a grande maioria dos Estados e causando grandes perdas econômicas, materiais, científicas e culturais para o mundo.

Diante disso, o comitê pretende discutir sobre as problemáticas e desafios contemporâneos na luta contra o tráfico internacional de bens culturais. Assim, abordará questões sobre roubos e saques a museus, escavações ilegais em sítios arqueológicos, o mercado ilegal de obras de arte e antiguidades, o comércio pela internet, a vulnerabilidade dos locais em situações de conflito armado e a atuação de grupos terroristas e do crime organizado nesse tipo de tráfico. Além disso, abordará discussões sobre a devolução dos bens culturais traficados aos seus países de origem, como também da repatriação de artefatos que foram adquiridos durante períodos de dominação e colonização.

Equipe:

Pedro Henrique Félix Costa – Diretor
Bianca Rodrigues – Diretora Assistente
Gabriel Passoni – Diretor Assistente
Isabela Madeira – Diretora Assistente
Bruna Xavier – Voluntária
Natalia Alves – Voluntária